Pé diabético

Podologia

APESAR DA PRESENÇA DOS SINTOMAS, A MAIOR PARTE DOS DIABÉTICOS SÓ PERCEBE A GRAVIDADE
DO PROBLEMA QUANDO SURGE UMA FERIDA OU INFECÇÃO QUE NÃO PASSA.

O pé diabético é uma das graves complicações do diabetes mellitus, condição em que o paciente diabético contrai uma infecção no pé. Quando isso ocorre, sem tratamento adequado, fatalmente o tecido infeccionado caminhará rapidamente para um processo de necrose (morte do tecido) se tornando irreversível.

Para evitar chegar a estes estágios, os diabéticos devem tomar uma série de cuidados preventivos, desde o controle rigoroso de glicose no sangue até a higiene dos pés, mesmo porque a prevenção ainda é o melhor remédio para tudo.


Os principais sintomas deste problema incluem:

-Perda da sensibilidade nos pés;
-Sensação de formigamento frequente;
-Queimação nos pés e tornozelos;
-Dor e sensação de agulhadas;
-Dormência nos pés;
-Fraqueza nas pernas.


COMO É FEITO O TRATAMENTO
O tratamento do pé diabético é feito de acordo com o tipo de lesão no pé e a sua gravidade e deve ser sempre orientado por um médico, mesmo no caso de pequenos cortes ou feridas, pois podem piorar rapidamente.
Quando a ferida não é detectada logo no início ou quando o paciente não cumpre o tratamento adequadamente, pode ser necessário amputar o pé ou parte do pé.


CUIDADOS PARA EVITAR COMPLICAÇÕES GRAVES
1. Manter a glicemia controlada;
2. Observar os pés diariamente;
3. Manter os pés limpos e hidratados;
4. Cortar as unhas 2 vezes por mês e jamais retirar calos;
5. Usar sapatos fechados e macios.


É importante lembrar que na presença de qualquer alteração nos pés ou de falta de sensibilidade, o médico deve ser procurado para que o tratamento seja logo iniciado.

Autor: GMI
Fonte:
tags: pe, diabetico, podologia.
hair wigs remy hair extensions cheap hair extensions human hair wigs