Check up Vascular

Com ele, é possível detectar, o quanto antes, doenças circulatórias.


As doenças cardiovasculares estão entre as principais causas de queda na qualidade de vida e de morte no mundo, e incluem o derrame (AVC), o infarto, a hipertensão, as amputações e os aneurismas (que consistem em dilatações localizadas das artérias de qualquer parte do corpo). Identificar fatores de risco para essas doenças ou diagnosticá-las precocemente é de grande valia para promover saúde e prevenir agravos até mesmo fatais.

Com o objetivo de alertar a população sobre doenças vasculares que não apresentam sintomas e diagnosticá-las precocemente, a Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular (SBACV) lançou o Checkup Vascular –programa que incentiva a população a fazer exames anuais de prevenção. E por ser um procedimento novo, muita gente ainda não o conhece.

Uma questão de prevenção

O check-up vascular consiste em uma consulta clínica onde é feita uma pesquisa de sinais e sintomas, além de fatores de risco, das principais doenças circulatórias, exame físico, exames laboratoriais e de imagem para:

- Diagnosticar doenças que já estão instaladas, porém ainda não manifestadas (como colesterol alto, diabetes e hipertensão), cujo tratamento impactará beneficamente na qualidade de vida do paciente;

- Informar e realizar formas de prevenção de doenças por meio de hábitos de vida saudável, como dieta equilibrada e atividade física.

Com o check-up vascular é possível diagnosticar e prevenir precocemente as enfermidades vasculares, tais como:

- Insuficiência Venosa Crônica – Varizes de membros inferiores;

Trombose Venosa Profunda;

- Doença Arterial Obstrutiva Periférica (DAOP), ou seja, má circulação nas pernas;

- Doença Aterosclerótica das Artérias Carótidas;

- Aneurismas Arteriais (dilatação das artérias).

Quando fazê-los?

Em relação ao sistema arterial, recomenda-se que o check-up seja feito pelo menos a partir dos 40 anos nos pacientes que tenham fatores de riscos (diabetes, hipertensão arterial, tabagismo, obesidade, alto índice de colesterol no sangue, sedentarismo, estresse e idade avançada) ou fatores hereditários em casos de trombose ou aneurisma.

Tal como na cardiologia, existe também o teste de esforço em esteira para quantificar e qualificar o funcionamento da circulação das pernas.

Do ponto de vista venoso, de 15 a 20% da população é portadora de varizes dos membros inferiores e, caso haja um fator familiar acentuado ou a notória presença de varizes explicitas nas pernas, recomenda-se a realização dos exames independentemente da idade.

Autor: GMI
Fonte: GMI
tags: circulação, check up, prevenção
hair wigs remy hair extensions cheap hair extensions human hair wigs