Harmonização perfeita à mesa

Tão importante como selecionar o vinho de qualidade é saber harmonizá-lo com o prato escolhido. E para quem não é expert no assunto, não se desespere, selecionamos algumas dicas de harmonização com os pratos mais consumidos na mesa dos brasileiros.

Queijos e vinhos

O queijo harmoniza bem com a maior parte dos vinhos, especialmente porque existem vários tipos com sabor, consistência e cheiro completamente diferentes.

Para os mais frescos como o queijo minas, a ricota ou a mussarela, vinhos brancos leves harmonizam bem sem prejudicar o sabor suave do alimento.

Para os de sabor forte como os queijos emmental, gouda, roquefort e gorgonzola, o ideal é combinar com vinhos encorpados, de sabor igualmente marcante.

Já os espumantes, combinam com todos os tipos de queijo, especialmente se forem de safra de boa qualidade.

COM CARNES VERMELHAS

A harmonização tradicional com pratos à base de carne vermelha é com vinhos tintos. Mas o que deve ser levado em conta na hora de escolher a bebida é o modo de preparo da receita e os temperos empregados.

A intensidade do vinho depende, principalmente, do tipo de molho utilizado. De modo geral, quanto mais intenso o sabor do prato, mais encorpado deve ser o vinho.

Confira dicas que podem ajudar na hora da harmonização:

Grelhadas

- Carnes grelhadas se dão bem com vinhos tintos amadeirados.

- Malbec e Tannats são ideais para esse tipo de preparo.

- Carnes bem passadas não combinam com vinhos tânicos, uma vez que esses conferem uma sensação de amargor indesejada.

Harmonizam melhor com Merlot ou Pinot

Noir de média intensidade.

Com Molho

- Quanto mais intensos o aroma e o sabor do molho, mais potente deve ser o vinho.

- Vinhos com uva Shiraz harmonizam com carnes com molhos gordurosos e suculentos.

- Carnes com molho à base de vinho tinto ficam perfeitas quando servidas com o mesmo vinho utilizado no preparo do prato.

Autor: GMI
Fonte:
tags: vinho, harmonia, qualidade