Abdominoplastia

Cirurgia Plástica

A GMI SAÚDE TIRA SUAS DÚVIDAS SOBRE ESSA CIRURGIA PLÁSTICA QUE TEM COMO OBJETIVO ELIMINAR O EXCESSO DE GORDURA DA BARRIGA.

Abdominoplastia é uma cirurgia plástica realizada para retirar o excesso de pele, gordura localizada, e recuperar a firmeza dos músculos da região abdominal. Esse procedimento também consegue remover as estrias localizadas na região, pois há a remoção de pele.


Indicações
A abdominoplastia não pode ser considerada como um tratamento à obesidade ou uma alternativa para substituir uma alimentação balanceada e a prática de exercícios físicos. Candidatos à abdominoplastia devem ser saudáveis e relativamente em forma, tanto mulheres, quanto homens.


Homens também podem fazer
A abdominoplastia do homem é muito parecida com a cirurgia feita nas mulheres. Alguns detalhes de posicionamento da cicatriz são diferentes e existe também uma diferença no local de depósito de gordura que deve ser notado pelo cirurgião plástico.
No entanto, essa cirurgia não é uma forma de conseguir um "tanquinho", que se deve ao esforço do próprio paciente que precisa ter dieta saudável e prática de exercícios regulares.


Abdominoplastia + Lipoaspiração
A lipoabdominoplastia é a junção das duas cirurgias e é comprovadamente segura. O benefício de se associar as duas cirurgias é que pode-se conseguir um contorno corporal do tronco mais definido. Muitas vezes, quando se realiza apenas a abdominoplastia, pode "sobrar gordura" em áreas onde não se retirou o excesso de pele. Outro benefício é que a lipoaspiração pode facilitar retirar mais pele pendente e ajudar a ter uma cicatriz de menor tamanho.


Situações especiais
A abdominoplastia não é recomendada nos casos em que sejam previstos gestações futuras. E também, pessoas com obesidade e fumantes tem maior risco de terem necroses, portanto não devem se submeter a essa cirurgia. No caso de pessoas com obesidade, é importante emagrecer ou passar por uma lipoaspiração antes da abdominoplastia.
Há casos que precisam ser avaliados individualmente pelo cirurgião plástico, como exemplo: pessoas que tenham realizado cirurgias anteriores e tenham cicatrizes na região abdominal, pessoas com alguns tipos de doença do colágeno e alguns tipos de fumantes.


Quais os riscos da abdominoplastia?
O maior risco de complicação relacionado à abdominoplastia é o de trombose e embolia pulmonar, por isso ela deve ser feita com um cirurgião apto.
Além disso, existe chance de haver retalho abdominal, que ocorre na pele do abdômen e compromete o resultado final, pois ocorre necrose do tecido. Esse risco é maior para fumantes. Pode ocorrer o aparecimento de queloides, que dependendo da gravidade precisam ser tratados com medicamentos, cirurgia a até radioterapia.

E lembre-se, esse tipo de procedimento deve ser feito por um cirurgião plástico, membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP).




Autor: Dr. Hudson de Almeida Cirurgião Plástico CRM-MG 30.592
Fonte:
tags: abdominoplastia, cirurgia, plastica.
hair wigs remy hair extensions cheap hair extensions human hair wigs