Hérnia de Disco - Livre-se da dor

É possível conviver com a doença e aliviar a dor com o tratamento adequado


Carregar bolsas ou mochilas pesadas, postura errada, não se acomodar na cadeira, dirigir muito, ter sobrepeso ou levar uma vida sedentária. Se você se encaixa em uma (ou mais) dessas situações, provavelmente sofre com dores na coluna, que se não forem tratadas corretamente, podem se acentuar e evoluir para doenças mais graves como a A HÉRNIA DE DISCO.

As vértebras da nossa coluna estão unidas por articulações chamadas de discos intervertebrais, que são constituídos de material fibroso e gelatinoso e desempenham a função semelhante a de um amortecedor, dando mobilidade para locomoção e movimentos de impacto. A HÉRNIA DE DISCO ocorre quando parte do disco, em geral os das vértebras cervical, dorsal ou lombar, escorrega para trás ou para o lado da coluna, comprimindo o nervo, daí a causa das dores. No entanto, essa dor é bem característica. O sintoma clássico é a dor associada à região lombar que irradia para os membros inferiores, atingindo pernas e pés, ocasionando fraqueza muscular e formigamento.

Não há cura definitiva para o problema. A A HÉRNIA DE DISCO é um processo degenerativo. Os tratamentos feitos visam retirar os sintomas do paciente, porém a hérnia continua lá.

Sintomas

Os sintomas mais comuns são dores localizadas nas regiões onde existe a lesão discal, que podem ser irradiadas para outras partes do corpo. Quando a hérnia é na coluna cervical as dores se irradiam para os braços, mãos e dedos. Se a A HÉRNIA DE DISCO é lombar, as dores se irradiam para as pernas e pés. O paciente pode também sentir formigamento e dormência nos membros, e, nos casos mais graves, pode haver perda de força nas pernas e incontinência urinária.

Causas

A palavra coluna já diz tudo sobre a importância desta estrutura no nosso corpo. Ela é o centro de equilíbrio do sistema musculoesquelético do ser humano. Não é à toa que muitas lesões da coluna vertebral são atribuídas ao desequilíbrio e desalinhamento desta estrutura, ou seja, a má postura.

O sedentarismo é um fator determinante para dores nas costas oriundas da A HÉRNIA DE DISCO e de outras doenças, pois as pesquisas comprovam que a atividade física qualitativa para coluna é um fator de extrema importância para melhora e prevenção das dores nas costas.

Dentre as principais causas para dores lombares, podemos citar:


– Postura incorreta;

– Inflamações ou infecções;

– Desgaste de uma articulação;

– Obesidade;

– Tabagismo;

– Movimentos bruscos e repetitivos;

– Sedentarismo;

– Problemas emocionais.

A importância da fisioterapia no tratamento


Através da fisioterapia, o paciente recebe uma reeducação postural, aprendendo exercícios e alongamentos simples para a realização correta de suas atividades diárias, sem prejudicar a coluna vertebral. Ou seja, o indivíduo ganha uma nova consciência corporal e, dessa forma, assumir uma postura adequada em todas as situações se torna natural para ele.

Além disso, a partir de exames que identifiquem a causa, o grau e a localização exata da dor, é possível estabelecer um programa de reabilitação ao paciente. A fisioterapia age fortalecendo e alongando a musculatura responsável pela sustentação da coluna, promovendo o realinhamento das estruturas que estejam comprometidas e aliviando desconfortos como a sensação de “queimação” ou “pinçadas”.


Autor: GMI
Fonte: GMI
tags: hérnia, disco, tratamento
hair wigs remy hair extensions cheap hair extensions human hair wigs