Pele Oleosa.

Ter a pele oleosa é um dos problemas mais comum na ala feminina.


Vira e mexe há a confusão se o rosto brilhante após alguns minutos no sol é oleosidade ou simplesmente suor. Ter a pele oleosa é um dos problemas mais comum na ala feminina – que tem como principal característica a produção exacerbada de sebo, por meio das glândulas sebáceas. Ou seja, aquele brilho extra em toda face, que, geralmente, causa desconforto.

Além disso, quem possui oleosidade também pode apresentar acne. Por isso, cuidados com a pele é fundamental com o uso de produtos específi cos e tratamentos feitos por dermatologistas.

Influência dos hormônios

Em períodos menstruais é comum as mulheres sentirem o couro cabeludo e a pele mais oleosa. Isso acontece durante a flutuação hormonal, principalmente na puberdade, quando os hormônios causam acne. Mas cuidar da pele com os produtos certos pode ajudar a manter a pele equilibrada. Produtos com o ativo LHA – ácido da mesma família do ácido salicílico, que possui ação esfoliante e ajuda a impedir a formação de cravos e espinhas. Combinado com o uso do filtro solar é fundamental para diminuir o risco de manchas e irritações na pele.

Genética

Especialistas explicam que o sistema de glândulas que produz a oleosidade da pele é complexo e depende de uma série de fatores, entre eles, a genética. Ou seja, você pode ter mais glândulas no rosto ou produzir mais óleos por conta da sua combinação de genes. Esse sistema é sempre único, e nenhuma pessoa é 100% igual ao outra.

Lave o rosto sempre

Lavar o rosto corretamente é fundamental para diminuir a produção e o acúmulo de oleosidade na pele. É preciso equilíbrio para a pele ficar saudável. Por isso, a dica é lavar duas vezes ao dia com água fria. E claro, procure um, profi ssional para indicar o melhor tratamento.

Autor: Dra. Islene de F. Lima Rabelo - Dermatologia e Médica Estética
Fonte:
tags: pele oleosa, problema feminino, cuidados com a pele
hair wigs remy hair extensions cheap hair extensions human hair wigs