Mastigação.

A importância na digestão e no controle do peso.


Engolir os alimentos sem mastigar, comer em pé, lendo ou vendo televisão, não são hábitos saudáveis e podem contribuir para o aumento de peso. A pressa, a falta de tempo e a ansiedade estão entre os vilões da alimentação incorreta. Isso porque comer devagar ajuda no mecanismo de saciedade, já que leva alguns minutos para o estômago enviar ao cérebro a mensagem de que comemos o suficiente. Quem está acima do peso geralmente não costuma se concentrar durante as refeições e acaba comendo muito rápido, a consequência é que vai comer mais do que precisa e ganhar peso. Quem quer eliminar os quilinhos a mais deve mastigar os alimentos até que estejam completamente triturados e, só depois engolir. Desta forma, inicia o processo da saciedade, inibindo a fome.

A mastigação é o início do processo digestivo, onde ocorre a “quebra” dos alimentos através das enzimas da saliva e da ação mecânica para a liberação dos nutrientes que serão absorvidos posteriormente. Quando esta etapa não foi cumprida corretamente, os demais órgãos do sistema digestivo terão que compensar. Quanto mais triturado o alimento, mais fácil será a atuação das enzimas no estômago e intestino.

É aconselhável comer devagar, saborear cada alimento e repousar os talheres entre cada garfada. É um treino que precisa ser praticado no café da manhã, almoço e jantar. Comer rápido queima etapas, a boca não produz saliva o suficiente e surge a necessidade de beber líquido na refeição, para ajudar a engolir.

Coloque os alimentos no prato e procure não repetir. Comece a refeição com uma boa salada. Assim, quando vier o prato principal, a saciedade estará sendo ativada, sua fome diminuirá e você comerá menos.

MUDE OS HÁBITOS DA MASTIGAÇÃO

Não comer enquanto desenvolve outras atividades é o primeiro passo para comer devagar e se concentrar no alimento. A ansiedade estimula a fome em muitas pessoas, que acabam devorando a comida sem limites e sem avaliar o que é saudável. Se estiver tenso, nervoso e irritado procure se acalmar para depois comer. Alimentar-se não deve ser um ato impensado e automático. Quando mastigamos melhor, sentimos mais o sabor dos alimentos, o que melhora até o humor.

É interessante se alimentar em ambiente calmo, sem ruídos irritantes como música alta e agitada. Também não coma defronte à televisão, celular ou computador, porque a atenção será desviada. Conversas agradáveis à mesa estimulam a mastigação mais lenta, assim como música suave. Fazer as refeições à mesa nos permite o ritual da alimentação. Não devemos nos alimentar sentados no sofá da sala, por exemplo, que além de tudo, proporciona uma postura inadequada para a digestão.

Comer dentro dos horários, fazer cinco ou seis refeições diárias e colocar no prato o que realmente precisa são segredos do emagrecimento. Os vegetais que contém fibras alimentares, como as hortaliças, leguminosas (grãos), cereais integrais e frutas, estimulam a maior mastigação.

Autor: Dra. Magda Amélia de Souza Nutricionista - CRN-MG 8409
Fonte:
tags: mastigação, digestão, controle