Cruzeiro Marítimo

Se você ainda não experimentou, não sabe o que está perdendo


Está decidido! Vamos de navio, e agora?

As opções que vão desde as indicadas para quem quer gastar pouco e se divertir muito até aos que procuram luxo, aventura, diversão, férias familiares, boa comida ou se divertir sozinho. Tem pacotes para os gostos e bolsos.

Para escolher uma viagem de cruzeiro, você deve analisar o tempo de estadia a bordo, as cidades em que ele irá atracar e o tipo de cruzeiro. Se é um cruzeiro temático, você obviamente precisa gostar do tema. Você deve levar em conta também se vai viajar com a família, com o namorado, com amigos... A oferta de viagens a bordo de um navio é muito variada. Algumas companhias oferecem, por exemplo, até serviço de bodas a bordo. Se você quiser pode se casar e ter uma boda especial, com a participação do capitão do navio, álbum de fotos, coquetel de bodas e decoração especial em uma área privada do navio, você pode. Também há passeios pensados para solteiros que querem aproveitar as férias para curtir e conhecer outras pessoas na mesma situação. Viagens para famílias, e claro, para os viajantes que priorizam o roteiro turístico.

Bom, se você elegeu esta temporada para fazer sua estreia em alto-mar e tem dúvidas em relação à viagem, seus problemas acabaram! A GMI Especial traz dicas e sugestões para quem vai embarcar pela primeira vez em uma viagem de navio.

Documentos

Isso vai depender do itinerário do seu cruzeiro. Se o seu navio transitar só em terras brasileiras é necessário apenas do RG ou qualquer documento de identificação com foto válido no Território Nacional (CNH, CREA, OAB, CRM, etc). Caso seu cruzeiro atraque em algum país do Mercosul, o RG e o passaporte são aceitos. O RG deve ter no máximo 10 anos de emissão e o passaporte deve ter validade de pelo menos 6 meses antes de sua expiração. Outros destinos, como países da Europa ou cidades dos Estados Unidos, exigem apresentação de passaporte (atenção para a validade do documento) e, em alguns casos, visto para entrada no país. Todos os documentos devem ser originais! Eles não aceitam cópias, nem autenticadas. Menores de 18 anos que viajam sem os pais precisam apresentar uma autorização dos dois por escrito em 2 vias com foto do menor e firma reconhecida.

O que levar

Os marinheiros de primeira viagem geralmente se empolgam por não ter limite de bagagem. Mesmo assim, o indicado é levar dois volumes por passageiro. Dentro da mala, leve itens informais, já que é o que mais será usado nos dias dentro do navio. Bermudas, chinelos, vestidos e trajes de banho são os mais comuns. A exceção, a noite do comandante, presente em praticamente todos os pacotes de cruzeiro, pede traje esporte fino ou gala – de acordo com cada companhia ou tipo de viagem.

Além das roupas, é importante levar na mala: protetor solar, remédios (para quem sente enjoo, principalmente) e câmera para registrar os momentos dentro do navio e em terra firme.

Outra dica é separar alguns itens como roupa de banho ou roupa leve para a bagagem de mão. O navio é maior do que você imagina e suas malas podem demorar a chegar.

Atenção! Entre os itens proibidos de levar estão os que emitam calor – como ferros de passar e velas – alimentos, bebidas ou objetos pontiagudos.

A bordo


A dica é aproveitar as atividades programadas  – que geralmente estão nos informativos entregues nas cabines – enquanto o navio percorre de um destino a outro. Sessões de ginástica e ioga, aulas de danças, gincanas, teatro e música ao vivo são alguns exemplos.

Como alguns locais de parada não têm porto (por exemplo, Búzios, Fernando de Noronha e Punta Del Este), o embarque e o desembarque é realizado em lanchas ou outros barcos menores, vale se atentar aos horários de saída tanto do navio quanto na volta.

Gastos a bordo

Viagens de cruzeiro são muito econômicas. Na maioria deles, o preço pago pela cabine já inclui todas as refeições (não inclui bebida). Antes de definir a sua viagem, verifique as condições em que funcionam os cruzeiros do seu interesse. Informe-se sobre quais bandeiras de cartão de crédito são aceitas e qual o tipo de moeda trabalhada (a maioria só aceita dólar).

Ao planejar os gastos a bordo, considere as compras nas lojas do cruzeiro (tem duty-free também!), o cassino e a taxa portuária, que não vem inclusa no preço da cabine. No caso das bebidas, se não estiverem inclusas, verifique a possibilidade de pagar um valor fechado para ter refil da bebida durante toda a viagem. Em alguns cruzeiros é possível comprar, por exemplo, uma “garrafa térmica” + valor adicional, e assim ter direito ao consumo livre de refrigerante. Se houver essa opção, valerá muito a pena!

O que fazer dentro do navio?


Existem cruzeiros com tantas atrações que talvez você não consiga conhecer todas durante a viagem. Há opções de lazer e diversão para o dia e para a noite! Cruzeiros pensados para viagens em família contam com equipes de monitores para entreter as crianças e assim deixar os pais tranquilos. As atrações são as mais diversas: spas, academias, parede de escalada, pista de corrida, cinema, etc. As atrações do navio é outro fator que deve ser levado em conta também na hora de escolher em qual embarcação viajar.

À noite,  cassino, espetáculos, shows e boates viram as grandes estrelas do Cruzeiro. A máquina fotográfica é indispensável em qualquer viagem, mas a maioria dos cruzeiros conta com equipe de fotógrafos. As fotos são disponibilizadas para compra no último dia, e embora o preço possa ser um pouco alto, vale a pena considerar a possibilidade de levar uma linda lembrança da viagem para a casa.

Se você ainda não teve a experiência de embarcar em uma viagem de navio, aproveite essas dicas e inclua esse luxo nas próximas férias!

Autor: GMI
Fonte: GMI
tags: cruzeiro, marítimo, viagem
hair wigs remy hair extensions cheap hair extensions human hair wigs